A história do meu “bebé”

O meu grande companheiro de trabalho não tem nome mas já me acompanha há muitos anos.

Quando comecei a apoiar mães na área da gravidez e amamentação senti necessidade de ter um bebé modelo para poder mostrar e ensinar às mães muitas coisas, e um dia encontrei este amigo no cesto dos brinquedos do jardim de infância onde os meus filhos andavam/andam!  Pedi à educadora se mo dava em troca de outro que eu tinha em casa (de corpo rígido e que para mim não servia) e desde esse dia, algures em 2012)  passou a fazer parte da minha mala de trabalho.

Entretanto fiz formação de babywearing e para demonstrar como usar panos, mochilas, slings … o meu fiel companheiro era um pouco desajeitado e leve demais, com apenas 856g. Pensei muitas vezes em abri-lo para colocar peso mas não sabia como, e pensei outras tantas vezes em comprar um boneco próprio, afinal era um investimento para melhorar o meu serviço, mas nunca cheguei a faze-lo, pelos valores mas também pelo apego que já tenho a este boneco.

Hoje enchi-me de coragem, abri um site com um tutorial de como transformar um boneco normal num modelo para babywearing, fui buscar areia à praia e meti mãos à obra.

Não demorou muito para perceber que o processo seria fácil e compensador e no fim fiquei mesmo feliz com o resultado!

O meu bebé (re)nasceu, agora com 3188g e 50cm está um recém nascido perfeito.

Estou desejosa de o usar nas próximas consultas ou sessões, claro que agora com este peso vou ter que o carregar num pano ou mochila porque no saco já pesa demais.

 

            

 

Ana Custódio – Consultora de aleitamento materno, assessora de lactação, doula e consultora de babywearing

Para receber INFORMAÇÃO GRATUITA sobre babywearing aceda aqui LINK

Para consultas ou sessões de babywearing contacte – https://algarve.amamenta.net/consultas-de-babywearing/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *